terça-feira, 21 de junho de 2016

Série Edvard Munch: Estúdio em Ekely

Edvard Munch – A Construção do Estúdio de Inverno, 1929 – óleo e crayon sobre tela – 149 x 114,5 cm – Munch Museum


Série Edvard Munch: Estúdio em Ekely


Edvard Munch – Madeireiros no trabalho de Construção do Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 100 x 80 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Trabalhadores de Construção na Neve, 1920 – óleo sobre tela – 127 x 103 cm – Munch Museum


Em 1916 Edvard Munch (1863-1944) comprou a propriedade Ekely, um antigo viveiro de plantas em Skøyen, nos arredores de Oslo. Ekely se tornou a sua residência permanente até sua morte, em 1944, e aqui ele finalmente teve espaço suficiente para o seu trabalho.


Edvard Munch – Pedreiros Trabalhando na Construção do Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 100 x 95,5 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Trabalhadores de Construção no Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 120,5 x 101 cm – Munch Museum


Quando Munch mudou para Ekely, ele já era um famoso e rico artista. As boas condições de trabalho em Ekely são refletidas na grande e colorida produção a partir deste momento, inspirada nos arredores próximos. Munch pintou a natureza exuberante, alternâncias sazonais do verão para o outono e do inverno para a primavera, de aragem com os cavalos até a colheita, e também como o homem e seu entorno caracterizam uns aos outros e são partes iguais de um todo maior.
A parte norte do jardim é composta de dois estúdios. Eles são separados por um grande pátio que foi transformado em outros dois estúdios ao ar livre.


Edvard Munch – Trabalhadores de Rua no Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 105 x 151 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Estúdio de Inverno sob Construção, 1929 – óleo sobre tela – 152 x 230 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Pedreiros Trabalhando na Construção do Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 68,5 x 90 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Carpinteiros no Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 82 x 109,5 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Pedreiros na Escada, 1920 – óleo sobre tela – 129 x 105 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Pedreiros Trabalhando no Edifício do Estúdio, 1920 – óleo sobre tela – 96 x 100 cm – Munch Museum


Edvard Munch – Trabalhadores de Construção na Neve, 1920 – óleo sobre tela – 71 x 100 cm – Munch Museum


O segundo de cinco filhos, Edvard Munch (Løten, 12 de Dezembro de 1863 — Ekely, 23 de Janeiro de 1944) perdeu sua mãe e irmã favorita por tuberculose antes de seu décimo quarto aniversário. Tendo abandonado o estudo de engenharia devido a doenças freqüentes, Munch decidiu se tornar um artista. Seus primeiros trabalhos revelaram a influência dos pintores plein-ar, como Monet e Renoir. Em 1889, Munch começou a passar longos períodos em Paris. Exposto ao trabalho de Gauguin e outros simbolistas franceses, Munch desenvolveu uma linguagem simplificada de cores ousadas e linha sinuosa para expressar sua visão do sofrimento humano, como a doença e a morte, depressão e alienação.


Edvard Munch em seu estúdio em Ekely em 1943


Edvard Munch - estúdio ao ar livre em Ekely


Como muitos artistas que amadureceram na esteira do impressionismo, Edvard Munch começou sua carreira pintando cenas estreitamente observadas do mundo em torno dele. Mas a obra de Munch assumiu uma ênfase cada vez mais profunda na subjetividade e uma rejeição ativa da realidade visível. O estilo único e altamente pessoal que ele desenvolveu para transmitir humor, emoção, ou memória influenciou fortemente o curso da arte do século XX e, em particular, o desenvolvimento do Expressionismo. Sobre sua arte, dizia: "Minha arte é realmente uma confissão voluntária e uma tentativa de explicar a mim mesmo minha relação com a vida. É, portanto, na verdade, uma espécie de egoísmo, mas eu constantemente espero que através desta, eu possa ajudar os outros a alcançar a clareza".


Edvard Munch - estúdio em Ekely 


Texto escrito e/ou traduzido e/ou adaptado ©Arteeblog - não copie esse artigo sem autorização desse blog, mas por favor o compartilhe, usando os ícones de compartilhamento para e-mail ou redes sociais. Obrigada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário