sábado, 26 de setembro de 2015

Pinturas de Primavera de Sir Lawrence Alma-Tadema

Sir Lawrence Alma-Tadema – Rosas de Heliogábalo (The Roses of Heliogabalus) - 1888 – óleo sobre tela – 213,9 x 132,1 cm


Pinturas de Primavera de Sir Lawrence Alma-Tadema


Sir Lawrence Alma-Tadema – Rosas de Heliogábalo (The Roses of Heliogabalus) - detalhe


“Rosas de Heliogábalo” é uma das pinturas mais famosas de Alma-Tadema. Ela retrata o imperador romano Egabalus (Heliogábalo), um psicótico debochado. Neste episódio, ele está tentando sufocar seu público desavisado com pétalas de rosa, que foram atiradas a partir de painéis de um teto falso. Alma-Tadema, sendo um perfeccionista meticuloso, queria que cada pétala fosse tão perfeitamente realista quanto possível, e recebeu embarques de pétalas de rosa enviadas a ele da Riviera durante o inverno de 1887-1888, para ele ter exemplares frescos. Esta era uma prática comum de Alma-Tadema, que muitas vezes encomendava flores de toda a Europa e por vezes, da África, como exemplares para suas pinturas, apressando-se para concluir o trabalho antes das flores morrerem.


Sir Lawrence Alma-Tadema – Promessa de Primavera (Promise of Spring) - óleo sobre tela - National Gallery of Canada, Ottawa, Canada


Lawrence Alma-Tadema (Dronrijp, Noruega, 8 de janeiro de 1836 - Wiesbaden, 26 de junho de 1912) foi um dos mais proeminentes pintores e desenhistas do neoclassicismo europeu. Ao longo de sua vida, Alma-Tadema também adquiriu cidadania na Bélgica bem como no Reino Unido. Ao completar os seus sessenta e três anos de idade, em 1899, a Rainha Vitória concedeu a Alma-Tadema o título honorífico de Cavalheiro (Sir).


Sir Lawrence Alma-Tadema - Primavera Flora nos Jardins da Villa Borghese (Flora Spring in the Gardens of the Villa Borghese) - 1877 – aquarela


Depois de sua mudança para a Inglaterra, a carreira de Alma-Tadema teve um sucesso contínuo. Ele se tornou um dos artistas mais famosos e bem pagos do seu tempo, reconhecido e recompensado. Em 1871 ele conheceu e fez amizade com a maioria dos principais pintores pré-rafaelitas e foi em parte devido à sua influência que o artista iluminou sua paleta, variou suas matizes, e atenuou sua pincelada.


Sir Lawrence Alma-Tadema – Quando as Flores Retornam (When Flowers Return) - 1911 – óleo sobre tela

As obras de Alma-Tadema são notáveis pela maneira em que as flores, texturas e reflexos de superfícies duras, como metais, cerâmica e especialmente mármore, são pintadas. Seu trabalho mostra muito da execução fina e cor brilhante dos velhos mestres holandeses. E também notáveis pelo interesse humano com que impregna todas as suas cenas da vida antiga, trazendo-as para o âmbito do sentimento moderno, e nos encantando com sentimentos delicados e lúdicos. Desde o início de sua carreira, Alma-Tadema estava particularmente preocupado com a precisão da arquitetura, muitas vezes incluindo objetos que ele via em museus - como o Museu Britânico, em Londres - em suas obras. Ele também leu muitos livros e levou muitas imagens deles. E acumulou uma enorme quantidade de fotografias de locais antigos da Itália, que usou para maior precisão nos detalhes de suas composições. Ele era um perfeccionista. 


Sir Lawrence Alma-Tadema - O Ano na Primavera. Tudo está Certo com o Mundo (The Year´s at the Spring. All s Right with the World) - 1902 – óleo sobre tela


Como um artista de renome internacional, ele pode ser citado como uma influência sobre grandes artistas europeus, como Gustav Klimt e Fernand Khnopff. Ambos incorporam motivos clássicos em suas obras e utilizam técnicas de composição não convencionais de Alma-Tadema, como corte abrupto na borda da tela. Eles, como Alma-Tadema, também empregam imagens codificadas para transmitir um significado para suas pinturas. Nos últimos anos de sua vida, Alma-Tadema viu o surgimento do Pós-impressionismo, fauvismo, cubismo e futurismo, os quais ele vivamente reprovava. Como seu aluno John Collier escreveu, "é impossível conciliar a arte de Alma-Tadema com a de Matisse, Gauguin e Picasso”. Ele é agora considerado como um dos principais pintores clássicos do século XIX, cujas obras demonstram o cuidado e a exatidão de uma era fascinada por tentar visualizar o passado, que começava a ser recuperado através de pesquisas arqueológicas.


Sir Lawrence Alma-Tadema – A Voz da Primavera (The Voice of Spring) - 1910 – óleo sobre tela - 114.9 x 48.6 cm


Sir Lawrence Alma-Tadema – Flores de Primavera (Spring Flowers) - óleo sobre tela – 24 x 18 cm


 Sir Lawrence Alma-Tadema - Thou Rose of all the Roses – óleo sobre tela


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) - 1894 – óleo sobre tela - 178.4 x 80.3 cm -  J. Paul Getty Museum, Los Angeles


Nesta pintura, Alma-Tadema descreveu o costume Vitoriano de enviar as crianças para colher flores na manhã do dia 01 de Maio, mas colocou a cena na Roma antiga. Uma procissão de mulheres e crianças descem escadas de mármore transportam e usam flores coloridas. Espectadores preenchem as janelas e telhado de um edifício clássico. Um grande pesquisador histórico, Alma-Tadema era meticuloso sobre retratar os elementos históricos em suas pinturas. Aqui, ele fez um grande esforço para retratar os Romanos: tudo, desde os instrumentos de música até os detalhes arquitetônicos e vestimentas são precisos para a história Romana. Ele tinha uma curiosidade insaciável sobre a antiguidade clássica, e criou mais de trezentas pinturas sobre o tema. Esta pintura foi utilizada como uma referência para o filme “Cleópatra” de Cecil B. De Mille, em 1934.


 Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Sir Lawrence Alma-Tadema – Primavera (Spring) – 1894 - detalhe


Texto escrito e/ou traduzido e/ou adaptado ©Arteeblog - não copie esse artigo sem autorização desse blog, mas compartilhe usando os ícones de compartilhamento para e-mail ou redes sociais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário