terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Análise de In a Roman Osteria de Carl Bloch

Carl Bloch - In a Roman Osteria, 1866 – óleo sobre tela – 148,5 x 177,5 cm - National Gallery of Denmark, Copenhagen, Dinamarca


Análise de In a Roman Osteria de Carl Bloch


Carl Bloch - In a Roman Osteria, 1866 - detalhe


Essa pintura é uma cena em uma osteria (taberna) italiana, e parece contar alguma história, ela se comunica com quem a observa. A impressão que dá é que os três comensais da mesa mais à frente, foram interrompidos. Por quem? Algum garçom? Algum cliente do restaurante? As duas mulheres estão sorrindo discretamente, parece que gostaram da pessoa que as interrompeu e de certa maneira parecem encabuladas, talvez por algo que foi dito a elas. Já o homem parece que não gostou do que ouviu, talvez um elogio à beleza das moças. O gato ao lado da mesa também observa atentamente a pessoa que interage com o grupo, e no lugar dessa pessoa estamos nós, os observadores da pintura.


Carl Bloch - In a Roman Osteria, 1866 - detalhe


Uma das cenas de gênero mais conhecidas de Bloch, a obra foi encomendada pelo comerciante Moritz G. Melchior (amigo e mecenas de Bloch), que está retratado no fundo da pintura, conversando com seus amigos. A figura de costas para o espectador é o próprio pintor. É uma das imagens mais populares de Bloch e é típica de sua habilidade para retratar objetos, detalhes e roupas com impressionante realismo.


Carl Bloch - In a Roman Osteria, 1866 - detalhe


Carl Bloch - In a Roman Osteria, 1866 - detalhe


Carl Heinrich Bloch (23 de maio de 1834 - 22 de fevereiro de 1890) foi um pintor dinamarquês. Ele estudou com Wilhelm Marstrand na Academia Real Dinamarquesa de Arte (Det Kongelige Danske Kunstakademi). Os pais de Bloch queriam que seu filho tivesse uma profissão respeitável, um oficial da Marinha. Isso, no entanto, não era o que Carl queria. Seu único interesse era desenhar e pintar, e ele foi consumido pela ideia de se tornar um artista. Ele foi estudar arte na Itália, passando pela Holanda, onde se familiarizou com a obra de Rembrandt, que se tornou uma grande influência sobre ele. Seus primeiros trabalhos mostram cenas rurais da vida quotidiana. De 1859 a 1866, Bloch morou na Itália, e este período foi importante para o desenvolvimento de seu estilo histórico. Ele teve sucesso com 23 pinturas religiosas encomendadas para a Capela no Palácio de Frederiksborg.


 Bloch foi um aluno de Wilhelm Marstrand (1810-1873) e esta obra de arte é semelhante à pintura “Italian Osteria Scene” de Marstrand.


Wilhelm Marstrand - Italian Osteria Scene, Girl welcoming a Person entering, 1848 – óleo sobre tela - Ny Carlsberg Glyptotek, Copenhagen, Dinamarca


Texto escrito e/ou traduzido e/ou adaptado ©Arteeblog - não copie esse artigo sem autorização desse blog, mas por favor o compartilhe, usando os ícones de compartilhamento para e-mail ou redes sociais. Obrigada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário